Lugano

DSC02415

Lugano situa-se numa baía no lado norte do Lago Lugano, cercada por inúmeras montanhas, o histórico centro da cidade é fechado ao trânsito de automóveis.

As duas montanhas mais próximas de Lugano, Monte San Salvatore e Monte Brè, oferecem um excelente panorama da cidade, o lago Lugano e a paisagem alpina.

Fizemos um bate e volta a partir de Milão, pegamos um trem na Stazione Centrale direto para Lugano. A viagem durou cerca uma hora, durante o trajeto fomos abordados por um policial suiço para checar nosso passaporte, portanto, não esqueçam de levar,  apesar de ser um trajeto rápido, Lugano é na Suiça.

DSC02361
Stazione Centrale em Milão ao fundo

Chegando lá, é bem tranquilo, na saída da estação, você ja encontra o funicular para te levar até o centro em pouquíssimos minutos, é só seguir o fluxo.

DSC02364
Funicular que nos leva ao Centro de Lugano

 

Chegamos no Centro e pegamos um trenzinho para um tour pela cidade.

DSC02365

Descemos e pegamos o funicular para conhecer o Monte Salvatore

DSC02376DSC02378

Chegando lá, fomos contemplar a vista de tirar o folego.

DSC02401

DSC02383DSC02399DSC02408

Antes de descer , fizemos um pit stop para saborearmos uma cerveja

DSC02387

Retornamos ao Centro e fomos conhecer a cidade a pé.

DSC02416DSC02420

DSC02418

DSC02419
Lembrou muito a Lagoa Rorigues de Freitas

Passeando em volta do lago, meu marido não resistiu e logo que viu mais pessoas mergulhando fez a mesma coisa.

DSC02434DSC02432

Um pouco sobre o Lago

O lago possui um número de ramificações, sendo cercado por montanhas: o Monte Generoso é a montanha mais alta dentre as que rodeiam o Lago de Lugano, com cerca de 1.700 metros. Uma ferrovia de cremalheira sai do resort de Capolago, às margens do lago, até o topo da montanha, com vistas panorâmicas. Há dois bondinhos escalando as montanhas de Lugano: o Monte San Salvatore – de onde uma linda trilha alpina conduz ao pequeno vilarejo de Carona, e de lá para Morcote – e o Monte Brè. Um bonde também faz o transporte até o platô ensolarado de Serpiano, com a localização perfeita para visitas ao Monte San Giorgio, atualmente um Patrimônio da Humanidade da UNESCO. A montanha, densamente arborizada com suas muitas plantas rara.

E ai, gostaram? Se já conheceram, conta pra gente o que achou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s